MP Economic Freedom: tudo que você precisa saber

O MP da Liberdade Econômica é uma boa notícia para o pequeno empresário. Veja tudo o que muda para pequenas empresas e novos negócios.

O MP da Liberdade Econômica é uma boa notícia para o pequeno empresário.

Este artigo ajudará a entender as mudanças que o governo brasileiro está implementando para simplificar e cortar a burocracia Abra e mantenha empresas de baixo risco.

Nele, explicaremos como a MP Economic Freedom pode facilitar a criação de novas empresas e, consequentemente, colaborar com o criação de emprego no país.

Leia com atenção e veja como novas empresas e pequenas empresas podem se beneficiar da nova legislação.

Vamos falar sobre as principais mudanças para ajudar os empreendedores, incluindo a redução da burocracia e da liberdade de tempo e dia para o trabalho.

Modelo de negócios para startups Preparamos um guia para ajudá-lo a escolher o modelo de negócios certo para o seu negócio. Baixe o guia agora

Qual é a liberdade econômica do MP?

O deputado da liberdade econômica É uma medida provisória criada para simplificar os processos de abertura de pequenas empresas no Brasil.

A estratégia do governo é facilitar a criação de novos negócios e fornecer o funcionamento adequado das organizações, principalmente eliminando alguns dos peso do estado dos ombros dos empresários.

Então empresas de baixo risco eles podem permanecer no mercado e pequenas empresas como bares, estúdios de costura e salões de beleza terão maior capacidade de criar empregos.

A medida, proposta pelo governo federal, foi assinada pelo presidente Jair Bolsonaro em 30 de abril e publicada no Diário Oficial da União dois dias depois.

O MP da Freedom Economic foi enviado ao Congresso Nacional e tem até setembro para ser aprovado.

Caso contrário, ele irá expirar.

Importância da liberdade econômica MP

Um baixa liberdade econômica Dá ao país um perfil negativo em várias classificações internacionais, enfraquecendo sua capacidade competitiva e dificultando a realização de negócios.

No ranking Doing Business, edição de 2018, o Brasil ocupa a 109ª posição entre 190 países com relativa facilidade de fazer negócios.

Quanto maior a posição no ranking, mais hostil É o ambiente de negócios e o mais difícil de abrir e manter uma empresa.

Mesmo assim, de acordo com o relatório, o Brasil apresenta um cenário menos favorável em relação ao vizinho Uruguai, por exemplo, que está na posição 95.

Para o governo, a flexibilidade terá um impacto positivo na economia, especialmente para as pequenas e médias empresas, segundo o secretário especial de Burocracia, Administração e Governo Digital do Ministério da Economia, Paulo Uebel.

De forma otimista, Uebel acredita que os impactos na economia serão observados em breve.

"Muitos pontos serão regulamentado nos próximos 60 dias e acreditamos que em um ano será possível ver mudanças na economia real ", disse ele em entrevista à Rádio CBN.

Para o diretor técnico do Sebrae, Bruno Quick, a medida representa um novo relacionamento entre o estado e o pequeno empresário.

"Os brasileiros são pessoas extremamente empreendedoras, o país precisa criar empregos e a medida estabelece um novo relacionamento entre o estado, seja ele federado, municipal ou estadual, com o empregador", ressalta Quick.

Liberdade Econômica Objetivos do MP

A medida provisória assinada pelo Presidente da República é uma estratégia para o aquecimento da economia.

Entre os objetivos do MP estão:

  • Simplifique as regras e reduzir os requisitos para abrir negócios
  • Facilitar geração de emprego e renda
  • Reduzir a burocracia e intervenção estatal
  • Proteger o companhia livre e o amplo exercício da iniciativa privada.

Veja um pouco mais sobre os principais objetivos do MP:

Facilitar a criação de novos negócios.

A simplificação das regras permitirá que atividades de baixo risco não exijam liberação prévia para geração de emprego e renda.

Emprego e geração de renda.

As empresas terão liberdade de tempo e dia para operar e, assim, servir melhor o consumidor, desde que respeitem a legislação trabalhista, a paz pública e o meio ambiente.

Portanto, a ideia é criar empregos e, consequentemente, fornecer aumento de renda do trabalhador

Antes do MP, havia muitas restrições para as pequenas empresas trabalharem.

Redução de burocracia.

A ideia aqui é reduzir a burocracia para que novas ideias possam ser implementadas mais rapidamente.

Este ponto do MP Libertad Libertad beneficiará principalmente as novas empresas.

Até então, o desenvolvimento e testar de um novo produto ou serviço, por exemplo, exigiu numerosos documentos e lançamentos.

Com as novas regras, as atividades de inovação realizadas dentro dos critérios estabelecidos no MP estarão isentas de burocracia no Brasil.

O MP também contempla a redução da burocracia em outras áreas, priorizando sempre a satisfação das demandas das pequenas empresas, que geralmente sofrem com os títulos estaduais.

Promova a livre empresa

O MP procura incentivar os esforços empresariais.

As modificações que se propõem a facilitar a abertura de novas empresas visam garantir a livre iniciativa e o pleno exercício da iniciativa privada, princípios expressos no artigo 170 da Constituição Federal de 1988.

O que há de novo no MP de Liberdade Econômica para startups e empresas de baixo risco

No Brasil, tornar-se proprietário de uma empresa é uma decisão difícil.

A burocracia, a alta carga tributária, a insegurança jurídica e o difícil cenário econômico desmotivam muitas pessoas.

A medida provisória enviada ao Congresso cria a Declaração de Liberdade Econômica, que contém 17 garantias principais para o mercado livre e para o amplo exercício da atividade econômica.

Portanto, empresas de baixo risco, definidas pelo governo, e empresas em estágio inicial que buscam inovação, geralmente utilizando novas tecnologias, denominadas startups, receberão apoio.

O texto da Medida Provisória 881/2019 relaciona dez pontos básicos que, se aplicados, podem trazer mudanças reais na vida do empreendedor.

São eles:

Fim da autorização prévia para atividades econômicas de baixo risco.

Até agora, qualquer atividade econômica exigiu uma série de licenças, autorizações e outros documentos emitido anteriormente

O MP propõe o fim desses atos de liberação prévia no caso de atividades econômicas de baixo risco.

Portanto, o proprietário de um pequeno estúdio de design ou salão de beleza, por exemplo, não precisará de uma licença comercial para trabalhar enquanto sua empresa é de propriedade privada.

Liberdade de tempo e dia para produzir, usar e gerar renda.

A burocracia e as restrições excessivas desmotivaram o cidadão que queria iniciar seu próprio negócio.

Com MP, haverá agendar flexibilidade e dia da semana para operações comerciais.

Neste caso, centros comerciais, centros comerciais e supermercados podem normalmente abrir aos domingos, criando mais oportunidades de emprego para aqueles que querem trabalhar.

Preços de mercado livremente definidos para produtos e serviços.

Até agora, os atos de funcionários públicos poderiam ser usados ​​para evitar novos modelos de negócios que beneficiam os consumidores.

Com MP, você terá a garantia liberdade para fixar e variar preços, de acordo com a oferta e demanda, desde que a legislação trabalhista seja cumprida.

Dessa forma, empresas concorrentes que oferecem preços baixos não serão consideradas predadoras e, em última análise, o consumidor será o vencedor.

Efeito vinculativo para decisões administrativas (o que é estabelecido para um cidadão deve ser verdadeiro para todos)

Este item propõe isonomia entre os cidadãos.

Antes do MP, a ação de um funcionário público poderia ser arbitrária ou sujeita a atos de corrupção.

Com as novas regras, um supervisor deve agir de forma idêntica a qualquer empreendedor, ligando suas ações às interpretações e decisões anteriores.

Devido ao caráter isonômico, o que é decidido por uma pessoa será válido para os demais.

Boa fé em direito civil, corporativo, econômico e urbano.

Até agora, qualquer dúvida ou má interpretação da legislação foi usada para impor as regras que restringem a liberdade do cidadão.

Além disso, os pequenos empresários não poderiam arcar com os custos legais de processar as falhas cometidas de boa fé.

As medidas propostas pelo governo assegurarão que a autonomia dos cidadãos seja respeitada nos casos em que houver uma interpretação errônea de qualquer norma utilizada para o exercício de atividades econômicas.

Fique longe de regras infralegais obsoletas

As regulamentações antigas impediam o desenvolvimento de novos produtos e serviços, mesmo quando os riscos que justificavam as restrições já haviam sido eliminados e justificados em outros países, por exemplo.

O MP da Freedom Economic garante que haverá, de maneira regulamentada, um procedimento administrativo capaz de descartar o efeito da restrição anterior, se tiver mérito.

Imunidade burocrática para inovar

Este é o ponto que beneficiará diretamente as startups, especialmente aquelas estágio inicial de implantação.

Se anteriormente havia muita burocracia e inúmeros pedidos de liberação, os novos negócios, desde que realizados dentro dos critérios estabelecidos na medida provisória, ficariam livres de burocracia e seriam capazes de realizar suas atividades no país.

Portanto, novas empresas que desenvolvem novas aplicações digitais, por exemplo, não precisarão de uma licença comercial.

Respeito por contratos comerciais privados.

Este parágrafo estabelece que um sócio não pode descartar a decisão do outro devido à ausência do parecer fiscal exigido por lei, se ambos tiverem concordado desta maneira.

Basicamente, a nova medida do governo estipula que o contrato comercial deve ser respeitado e que o acordo entre as partes terá força de lei.

Aprovação tácita (se o estado não cumprir o prazo)

Neste ponto, a intenção da medida provisória é minimizar os atos de corrupção nos processos de revisão e liberação de licenças.

Por novas regrasAo solicitar a aprovação de um documento como o Estudo de Impacto de Vizinhança (EIV), o empregador será informado do prazo para a emissão do documento.

Se o Estado não cumprir o prazo e não fizer comentários, o EVI será considerado aprovado.

Fim do papel e do Brasil digital

Esta proposta da Liberdade Econômica do MP está intimamente ligada a problemas ambientais.

De acordo com as novas regras, após a regulamentação do seu estabelecimento, o empreendedor poderá digitalizar os documentos e provas fiscais, descartando os originais.

Portanto, além de maior segurança e economia, será mais fácil monitorar as atividades de maneira sustentável e ecologicamente correta.

Modelo de negócios para startups Preparamos um guia para ajudá-lo a escolher o modelo de negócios certo para o seu negócio. Baixe o guia agora

Agora que você entende um pouco mais sobre o MP Economic Freedom, compartilhe suas opiniões sobre as medidas propostas pelo governo.

Você já teve algum experiência negativa Quando você tenta empreender no Brasil?

Deixe um comentário contando como foi.