Erros no processo de desconexão: conheça todos e evite-os!

Dispensar um funcionário Não é fácil. Além do desconforto de dar má notícia, você também tem que lidar com a parte burocrática, que requer atenção especial da empresa. Portanto, o RH e os líderes devem considerar as implicações humanas e trabalhistas para não comprometer erros no processo de desligamento.

Para conduzir a situação adequadamente, é essencial ter cuidado com o tom da conversa e respeitar os procedimentos internos da organização. No entanto, muitas empresas fazem falhas que tornam o momento mais tenso e geram problemas legais para o negócio. Os erros mais comuns são:

  1. não planeje o desligamento;
  2. não esclarecer o motivo da renúncia;
  3. comparar o colaborador com os colegas;
  4. não dar as notícias diretamente;
  5. não saber explicar os próximos passos;
  6. confirmar documentação e erros contábeis;
  7. corte de acesso sem aviso prévio.

Abaixo, você encontrará mais detalhes sobre cada assunto e você saberá as melhores maneiras de evitar esses erros. Verifique!

1. Não planeje o desligamento

Não planeje resignação É um dos erros mais comuns no processo de fechamento de empresas.

A notícia não pode ser uma surpresa total para o oficial. Se tiver um baixo desempenho, o administrador deve fazer tudo o que puder para qualificá-lo, por meio de avaliações, orientações e treinamentos. O desligamento só deve ocorrer no último caso, com o funcionário ciente de que a empresa esperava por melhores resultados.

O mesmo vale para problemas de comportamento o incluso cortes de gastos no setor. Sempre deixe o funcionário próximo à sua situação na empresa, para que a notícia de uma demissão não seja repentina.

Se a renúncia é a melhor opção, planejar o discurso e deixar toda a documentação necessária para que. Assim, a conversa será mais rápida, direta e menos dolorosa.

>> Você tem dúvidas sobre como comunicar a demissão de um colaborador? Confira as dicas deste post: Como comunicar a demissão de um funcionário!

2. Não esclarecer o motivo da renúncia

Agir com transparência é essencial na conduta de uma empresa, e com o fechamento de funcionários não é diferente. Em qualquer caso, motivo de renúncia, não tente esconder do colaborador. Comunicar o motivo da forma claro, polido e sem rodeiospara não deixar a conversa ainda mais desconfortável.

Tentar evitar a situação para não parecer muito negativo ou disfarçar a notícia com elogios só piorará a situação. Mentir, então, é ainda pior. Além de ser desrespeitoso com o profissional, ele certamente descobrirá a verdade mais tarde. Esse tipo de atitude fecha as portas e prejudica muito a credibilidade da empresa no mercado.

Portanto, é importante que todas as justificativas estão bem alinhadas antes de comunicar a decisão ao funcionário.

3. Compare o colaborador com os colegas

Um dos piores erros no processo de desligamento é comitir o empregado demitido com colegas. O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, ainda mais baixo. Em alguns casos, o funcionário pode até ficar irritado, o que pode tornar o clima da conversa mais hostil.

Todas as razões devem ser apontadas de uma maneira particular, sem citar outras pessoas. Lembre-se: atirar corretamente significa tornar as notícias mais leves, e o efeito de uma comparação desnecessária é exatamente o oposto.

4. Não dê as notícias diretamente

Por quê? ou dar a notícia através de outra pessoa são atitudes que demonstram falta de consideração com o funcionário.

A única maneira correta de comunicar o fechamento de um colaborador é com um conversa franca e solo entre ele e seu gerente direto. A conversa deve acontecer longe dos olhos e ouvidos do resto da equipe, para evitar constrangimentos e exposição desnecessária.

5. Não sabendo como explicar os próximos passos

Muitos gerentes demitem funcionários sem saber como guiá-los para continuar com o fechamento. Com isso, além de receber más notícias, o colaborador deixa a sala confusa, sem saber o que fazer para concluir o processo.

Para que isso não aconteça, relatar previamente com RH sobre o passo a passo da rescisão do contrato. Se necessário, convide um membro da equipe de Recursos Humanos para participar da conversa. Ele saberá fornecer ao funcionário todos os detalhes sobre documentos e direitos trabalhistas.

>> Nós fizemos um lista de verificação para o processo de demarcação. Com isso, você será capaz de orientar todo esse processo de forma eficaz (e não deixar nada para trás). Clique aqui e baixe a lista de verificação!

6. Comprometer documentação e erros contábeis

Falhas de documentação e contabilidade Eles são muito perigosos em um processo de desconexão. A informação contraditória e os valores errados no cálculo da sucessão podem gerar pprocessos de trabalho mais tarde, causando grande dano ao negócio.

Para evitar este problema, tenha em mente suporte de tecnologia e otimizar os apagões. Com um bom Software de RH em suas mãos, você pode armazene documentos, realize cálculos e gere relatórios com apenas um clique, tornando os processos do departamento mais rápidos e precisos.

Com a ferramenta online o Sherpa, você administra de uma maneira fácil e rápido todos os documentos e informações relacionados a encerramentos, como acordos rescisórios e pagamento de fundos.

A mensagem aparece na tela inicial o número de funcionários que estão em processo de fechamento. Clicando, é possível verificar o prazo de pagamento e a lista completa de pessoas nessa situação. Para cada empregado em demissão, você tem acesso aos seguintes dados:

  • nome;
  • ACB;
  • data de admissão;
  • data de saída;
  • período de experiência;
  • origem da renúncia;
  • a dispensa ou o cumprimento da notificação anterior;
  • informações para o cálculo da rescisão;
  • observações.

Por outro lado, integração total com o contabilidade. Quando o DP envia o perfil de um colaborador, o contador pode adicionar informações sobre o fechamento, como documentos relacionados aos pagamentos e ao término do contrato.

7. Cortar o acesso sem aviso prévio

Depois de uma dispensa, você tem que ter tenha cuidado com os dados e os ativos da empresaporque você nunca sabe como a pessoa reagirá às notícias. Pode acontecer que o colaborador, com raiva, acesse a rede da empresa e comece a apagar arquivos, por exemplo. Porém, é necessário agir com equilíbrio nessa situação.

Bloquear o acesso dos funcionários ao computador ou restaurante da empresa sem aviso prévio vergonha desnecessária. Não é porque a pessoa é extrovertida, que pode ser tratada com ou de maneira hostil.

Se o colaborador reagir mal às notícias, acompanhe ao coletar seus pertences ou resgatar arquivos do computador. No entanto, se não houver necessidade, para dar espaço adequado para a pessoa cuidar de sua partida mais à vontade.

Estes são os Principais erros no processo de fechamento que você deve evitar! Agora que você está dentro do assunto, que tal colocar o que você aprendeu em prática? Planejar as demissões, fazer sentido ao dar a notícia e sempre ter o apoio de um. Software de RH. Assim, esse momento tenso na vida de todo profissional se torna muito mais simples.

Você gostou do artigo? Conte-nos nos comentários como você lida com os processos de fechamento de sua empresa! Estamos ansiosos para conhecer suas histórias!