Conheça todos os KPIs de RH da sua empresa!

Quem trabalha com Recursos Humanos sabe que não existem muitas métricas envolvidas no dia a dia deste setor. Manter o controle desses indicadores é uma parte muito importante das tarefas de recursos humanos. Mas por que isso acontece?

O motivo é muito simples: mantenha-se bem. Desempenho e produtividade do equipamento., é necessário que estejamos sempre seguindo o Indicadores e objetivos de todos os departamentos..

Desde o KPIs (Principais indicadores de desempenho), o RH pode medir os resultados de cada um, acompanhando a evolução e eficiência de projetos, equipamentos, processos e rotinas.

Desta forma, dependendo das análises realizadas, este setor é capaz de melhorar a tomada de decisão e a produtividade corporativa. da empresa como um todo através do aplicativo técnicas estratégicas de recursos humanos e leia esses dados.

Vale lembrar também que, embora seja responsável por analisar e avaliar todos os demais setores, o RH também tem métricas e objetivos ser seguido Eles são muitas vezes mais desafiadores do que os objetivos gerais porque precisam pensar sobre a dinâmica da empresa como um todo.

Agora você pode entender o Importância das métricas de recursos humanos para o desenvolvimento da empresa., não é o mesmo? Continue lendo e saiba mais sobre o uso desses indicadores de recursos humanos para expandir seus negócios!

Qual é a relação entre RH e métricas organizacionais?

Muitas empresas ainda enfrentam vários problemas internos porque não possuem um departamento de Recursos Humanos em seu ambiente de trabalho e Métricas de recursos humanos Definido Isso ocorre porque muitas empresas ainda não entendem a importância do desenvolvimento humano e a análise de métricas de recursos humanos para seus negócios.

Observar esses indicadores é essencial para que a empresa assegure que os processos sejam seguidos corretamente e forneçam os resultados corretos. Além disso, é com isso Análise de KPI que RR.HH. perceberá as mudanças que devem ser feitas nos processos da empresa.

Quais são as métricas de recursos humanos e KPIs?

O Métricas de recursos humanos, que também são conhecidos como KPIs (Key performance indicators) são indicadores utilizados na estruturação de um RH estratégico para atingir os objetivos da empresa.

Esses índices destinam-se a receber análises do setor de Recursos Humanos para uso na tomada de decisão da empresa. Com os KPI HR É possível tomar decisões baseadas em dados confiáveis ​​que refletem a realidade do negócio.

Mas não só isso, as métricas e indicadores de recursos humanos devem servir de guias para as ações da empresa, sendo a base para a prática das atividades diárias. Então, ao lidar com os KPIs do seu negócio, não esqueça que você deve deixar o papel para ser eficiente!

Outro ponto importante a destacar é a adaptabilidade desses indicadores, uma vez que não devem ser aplicados da mesma forma em todas as empresas. Cada empresa deve analisar como as métricas se ajustam à sua situação e quais devem ser analisadas.

Métricas de recursos humanos: Conheça todos os KPIs de recursos humanos da sua empresa!

Por que é importante acompanhar as métricas de recursos humanos?

Agora que você sabe um pouco mais sobre Quais são essas métricas de recursos humanos?, vamos falar sobre a importância de rastrear os principais índices de sua empresa.

Estas são algumas das razões para seguir o seu KPIs de Recursos Humanos na empresa juntamente com os benefícios de o fazer.

Organização de processos internos.

A análise de métricas Eles são muito importantes para você conhecer melhor o seu negócio. Com ele, você pode diagnosticar problemas e criar estratégias para melhorar os processos internos.

Além disso, essas métricas facilitam a implementação de práticas em toda a empresa, uma vez que os comportamentos são respaldados por dados reais. Então é muito mais fácil tirar as idéias do papel.

Para completar, o processo de tomada de decisão é simplificado, uma vez que o diálogo entre recursos humanos e gerentes é mais direto e objetivo, sem conquistas.

Realização e estabelecimento de objetivos.

Como já vimos, KPI HR ajudar a implementar ações e definir o que deve ser feito na empresa. Assim, o cumprimento dos objetivos é também afetado positivamente, pois é mais fácil seguir os objetivos propostos.

Além disso, com métricas de recursos humanos, você pode acompanhar o progresso da produtividade da equipe. Desta forma, sua empresa pode criar novas metas para atender no futuro, que se adaptem à realidade do negócio.

Objetividade nas avaliações.

Outro ponto em que as métricas de RH são inestimáveis ​​e aumentam o objetividade da análise da empresa. Muitas vezes, o setor de Recursos Humanos enfrenta problemas subjetivos de profissionais, que podem dificultar a produtividade.

Análises subjetivas são necessárias, no entanto, há situações em que pode ser mais benéfico ter informações mensuráveis ​​e objetivas. Para isso, os KPIs de RH são muito úteis. Eles dão mais objetividade ao trabalho da indústria e facilitam vários processos.

Reconhecimento da eficácia dos recursos humanos pelo CEO

O CEO de uma empresa é responsável pela implementação de diretrizes corporativas para seguir as estratégias e a visão do negócio. Ele precisa Monitoramento das métricas e objetivos de todos os departamentos. Garantir o desempenho e produtividade do equipamento e bons resultados para o negócio.

Como já vimos, o departamento de Recursos Humanos também lida com esses indicadores de desempenho, tendo que seguir as métricas específicas de Recursos Humanos ao monitorar todos os funcionários no ambiente de trabalho.

As métricas, além de ajudar a criar um RH estratégico e competente, simplificam o desempenho das funções, uma vez que permitem ao setor demonstrar sua contribuição para o negócio, principalmente o presidente da empresa.

Métricas de recursos humanos: Conheça todos os KPIs de recursos humanos da sua empresa!

Quais são as principais métricas e KPIs dos recursos humanos?

Aqui estão 6 métricas essenciais que o RH deve demonstrar para o CEO da sua empresa:

1. Rotação

O giro consiste na taxa de rotatividade da empresa, que compara o número de funcionários contratados e aposentados no mesmo período.

Para calcular a percentagem do volume de negócios durante um período, é necessário ter em conta as rescisões involuntárias e voluntárias durante o período estipulado. Então, esse valor deve ser dividido pelo número médio de membros durante o mesmo período. Por fim, esse número deve ser multiplicado por 100 para atingir uma porcentagem.

>> Você quer saber mais dicas sobre como Calcular a taxa de rotatividade de sua empresa? Aprenda com o vídeo!

O acompanhamento da porcentagem dessa taxa é essencial para as métricas de recursos humanos. Detecta vários problemas internos, porque quando o valor encontrado é alto, pode estar mostrando:

  • baixa atratividade em relação ao mercado;
  • falhas de gestão;
  • erros na contratação e processos seletivos;
  • insatisfação dos funcionários;
  • entre outras razões.

Além disso, a alta frequência de rescisões gera custos adicionais para a empresa, como pagamentos por rescisões contratuais e despesas com novas contratações.

>> Que tal baixar uma planilha para controla a taxa de rotatividade do seu negócio. É grátis, acesse o link.

2. Indicadores de recrutamento e seleção.

Os indicadores de recrutamento e seleção são uma métrica muito importante e são usados ​​pelas organizações para medir o número de dias entre a publicação de um emprego até que um profissional aceite a oferta. É usado para medir eficácia dos recrutadores Dentro de uma organização e seus métodos de seleção de candidatos.

Entender como a empresa encontra seu talento pode ser a chave para promover maior eficiência e reduzir o tempo de busca de profissionais com o perfil que se adapta à organização.

Para muitas organizações, essa taxa deve ser a menor possível Minimize a perda de produtividade de sua equipe., porque quando a espera está atrasada, pode-se considerar que há um defeito no processo.

Mas é necessário saber que cada empresa tem diferentes formas de medir esse tempo. Pode variar, por exemplo, para cada tipo de carga. Em situações em que o trabalho aberto requer conhecimento técnico e especializado, a duração da seleção pode ser maior, sem indicação de um problema de recrutamento.

Para ajudar os Recursos Humanos com essa métrica, existem várias soluções tecnológicas no mercado que podem simplificar o processo e eliminar falhas. Por meio do software de rastreamento de candidatos, que pode facilitar a revisão dos currículos recebidos e otimizar as entrevistas, os recrutadores podem selecionar apenas os candidatos que se destacarem.

3. Proporção de recursos humanos por empregado.

É importante acompanhar a relação de recursos humanos e funcionários de acordo com as tamanho da organização. O departamento de recursos humanos tem muitos funcionários? E eles são responsáveis ​​por lidar com quantos funcionários da empresa? Existem vários debates sobre a proporção ideal para cada organização.

Quando uma empresa possui poucos profissionais de recursos humanos em seu ambiente de trabalho, vários problemas podem surgir, como:

  • a diminuição no desempenho do equipamento;
  • o não alinhamento da cultura organizacional;
  • Problemas legais, entre outros.

O cálculo deste é simples. É necessário dividir o número de membros da equipe de Recursos Humanos pelo número total de funcionários da empresa e depois multiplicar o resultado por cem para percentual métrico.

4. Plano de carreira

O movimento de funcionários dentro das organizações modernas tornou-se multidirecional, o que significa que movimentos laterais são possíveis em departamentos e especialidades. Isso facilita a realização de promoções internas, em vez de usar contratos externos.

Quando o RH implementa esse indicador, é possível ter grandes vantagens competitivas. Por exemplo, se uma vaga é preenchida por um funcionário externo que ainda não se adaptou à empresa, o tempo de espera para o empregado começar a entregar os resultados seria relativamente maior do que se um empregado interno recebesse uma promoção.

Portanto, é essencial que os recursos humanos sejam bem gerenciados e tenham um bom plano de carreira definido dentro da organização.

Para calcular essa métrica, você só precisa dividir o número total de promoções pela soma de todas as mudanças de função, independentemente de ser um movimento ascendente ou lateral.

5. Renda por funcionário

Um dos principais métricas de recursos humanos, representa quanto custa cada empregado para a empresa. Para calcular isso, você deve dividir a receita anual da empresa pelo funcionário em tempo integral. É amplamente utilizado por diretores executivos para medir a eficiência geral da empresa.

Por meio dele, também é possível medir o desempenho financeiro fornecido por cada funcionário. Para isso, é necessário perceber a relação entre o benefício da empresa e o número de profissionais em sua folha de pagamento.

6. Custo de pessoal sobre o rendimento bruto.

Para descrever essa métrica, devemos primeiro abordar o conceito de Receita bruta. Ela é a valor do faturamento da empresa sem restituição de imposto e outras despesas comerciais. Esse é o número usado como base para calcular esse índice.

O objetivo do indicador é saber que parte da receita da empresa é consumida pelos custos com os funcionários. Ou seja, quão representativo é o gasto com profissionais para os baús da empresa.

Para calcular essa métrica é bem simples:

Custo de pessoal sobre o rendimento bruto = Folha de pagamento total / Rendimento bruto x 100

Este indicador é bastante objetivo e quantitativo. No entanto, ele precisa ser analisado junto com outras métricas. Caso contrário, perde todo o seu significado e acaba sendo mal interpretado. Isso pode até levar a demissões!

7. Satisfação do funcionário.

Esse é um indicador subjetivo, que requer uma avaliação ampla, que inclui várias questões, como as relacionadas ao salário, ao ambiente de trabalho, ao pacote de benefícios, entre outros.

A satisfação dos funcionários é um Métricas de recursos humanos O que pode representar um grande diferencial competitivo. Às vezes, quando a competitividade é excelente, é essencial ter profissionais comprometidos com o seu negócio.

Portanto, é importante ter elementos que motivem sua equipe, além do problema salarial. Isso pode aumentar significativamente a produtividade dentro da organização.

Métricas de recursos humanos: Conheça todos os KPIs de recursos humanos da sua empresa!

8. Indicadores de competência

Osde habilidades É um dos mais importantes para manter uma equipe bem estruturada e qualificada. A métrica serve para medir, como o nome já diz, as habilidades dos funcionários no desempenho de suas funções.

Além disso, é um indicador que também ajuda a identificar potenciais talentos com as habilidades desejadas por meio do recrutamento interno. Portanto, é uma métrica muito positiva, se for colocada em prática corretamente.

Mas vale ressaltar que pode ser bastante subjetivo, mesmo a análise baseada em um parâmetro de habilidade esperado para uma dada função.

9. Indicadores de desempenho

Esta métrica destina-se a medir o desempenho de funcionários e equipes. Ou seja, a tarefa deles é analisar o quanto eles estão entregando em relação ao que é necessário.

Conhecer esses resultados é essencial para quem deseja manter um bom nível de produtividade. Além disso, identificar funcionários com desempenho acima da média e recompensá-los pode ser uma ótima oportunidade. motivação no trabalho!

10. Indicadores de liderança

Bons líderes são uma parte muito importante do sucesso de qualquer empresa no mercado. Portanto, este indicador é um dos mais relevantes dentro KPIs de recursos humanos e deve ser analisado com cuidado.

O primeiro passo para uma análise correta é entender que todos são suscetíveis de serem avaliados. Muitos líderes acreditam que, por estarem em posição de poder, são imunes à análise.

Isso não poderia ser menos verdade! Entender como o desempenho do líder é relevante para economizar tempo e dinheiro da empresa é essencial para manter a alta produtividade e um bom clima organizacional..

11. Indicadores de cultura organizacional.

Você sabe como sua cultura organizacional está indo? Se a resposta for não, é hora de prestar mais atenção a isso métricas de recursos humanos extremamente importantes O que afeta o trabalho de todos os funcionários da empresa.

A cultura organizacional é um meio de atrair e reter talentos e um grande diferencial para o destaque da empresa frente ao mercado. No entanto, lidar com essa métrica pode ser complexo.

Isso porque, para estabelecer essa métrica, é necessário entender como a empresa deseja posicionar-se, que valores, visão e missão e, principalmente, que imagem a empresa deseja transmitir aos seus funcionários.

12. Índice de absenteísmo.

Você sabe se sua empresa está lidando com muitas falhas em um determinado setor? Você sabe por que seus funcionários não aparecem no trabalho? Ao fazer uma análise do índice de absenteísmo, é possível ter as respostas para essas questões.

Entendê-los é a chave para ter sucesso na sua organização. Isso porque, devido a doenças, problemas pessoais ou mesmo desmotivação, as ausências afetam diretamente o funcionamento da empresa e diminuem a produtividade.

Portanto, ver por que isso acontece pode ajudar a empresa a reduzir esse tipo de situação e até se livrar de outros problemas. Além disso, este é um dos Indicadores de recursos humanos que ajuda a detectar o clima organizacional, o que o torna ainda mais útil para o bem-estar dos funcionários.

>> Uma das propostas de bem-estar no trabalho é promover Qualidade de vida na empresa.! Para isso, criamos um livro eletrônico com muitas dicas para criar um programa de qualidade de vida em sua empresa. Clique aqui e vá agora mesmo!

13. Frequência

Entender a taxa de absenteísmo é apenas parte do processo. Para realmente conhecer a rotina dos funcionários e saber o que os faz trabalhar diariamente, também é importante analisar a índice de frequência.

Este indicador também tem a função de ajudar a entender as motivações para trabalhar para os funcionários da empresa. Portanto, é mais fácil ajudar um colaborador que sofre de absenteísmo e desmotivação.

14. Indicadores de treinamento.

Agora, se você já tem o melhor talento e pode manter seus funcionários com baixos níveis de absenteísmo, é hora de ajudá-los Desenvolva mais na sua empresa..

Para isso, é importante incentivar o desenvolvimento pessoal por meio de cursos e treinamentos para os funcionários. Este tipo de iniciativa ajuda não só a melhorar a qualidade do trabalho, mas também a elevar o moral dos trabalhadores e mantê-los motivados.

Alguns podem até se tornar disseminadores de conhecimento. Desta forma, você pode reduzir despesas com treinamentos futuros e começar a treinar seus funcionários dentro da empresa, fortalecendo assim uma cultura organizacional de aprendizagem.

15. Indicadores de capacidade e eficiência.

Execute um análise de capacidade ou eficiência Você precisa saber quão produtivo é o seu negócio em cada setor, fazendo as tarefas que mais lhe convêm. Essa é uma métrica um tanto complexa, mas muito útil.

Com base nessas métricas e métricas de recursos humanos, é possível obter uma quantidade de informações estratégicas da empresa. Por exemplo, com a análise é possível saber se o tempo de execução das tarefas é adequado ou se os processos utilizados estão de acordo com a necessidade do setor.

16. Indicador de acidente de trabalho.

Os acidentes de trabalho são prejudiciais à rotina de qualquer empresa. Portanto, o setor de recursos humanos deve monitorar os índices ligados a eles com muito cuidado e atenção para que medidas preventivas sejam desenvolvidas.

Então, números altos KPI de acidentes de trabalho Isso pode significar que sua empresa precisa de mais atenção para a segurança dos funcionários. Além disso, as medidas a serem tomadas devem ser consideradas, como a criação de cursos de treinamento.

Aprenda a calcular este próximo índice com a fórmula:

Acidentes no trabalho = (número de acidentes / total de empregados ativos) x 100

Métricas de recursos humanos: Conheça todos os KPIs de recursos humanos da sua empresa!

17. Indicador de reclamações trabalhistas.

Uma métrica de recursos humanos que também pode ser de interesse é a Índice de reclamações trabalhistas na empresa.. Isso porque mostra conformidade (ou não conformidade) com direitos profissionais básicos e até conflitos dentro da organização.

Além disso, este índice também é muito prejudicial para a empresa por razões financeiras, uma vez que as demandas de mão-de-obra são muito caras.

Então, aqui está como calcular esse indicador para diminuir esses índices negativos:

Reclamações Trabalhistas = (número de reclamações trabalhistas / número de funcionários cortados) x 100

18. Indicadores de produtividade

A produtividade é uma das Métricas de RH mais utilizadas pela empresa.. Está relacionado ao quanto a organização consegue gerar renda por empregado durante um período de tempo, geralmente de 12 meses.

As métricas usadas para medir a produtividade podem variar por empresa. Isso porque as taxas e os tipos de negócios são diferentes. Portanto, lembre-se sempre de medir sua produtividade dentro dos parâmetros de sua filial.

Os KPIs de recursos humanos relacionados à produtividade são interessantes para avaliar o nível de eficácia da empresa e a capacidade de atender aos objetivos de negócio propostos. Além disso, é uma métrica que permite analisar como sua empresa está em relação a outras no mercado.

19. indicador de benefício

Os benefícios concedidos aos trabalhadores também são retenção de talentos. No entanto, devemos analisar se eles são tão bem usados. Aqui está como fazer o cálculo:

Benefícios = Despesa total com benefícios / total de profissionais.

Mesmo que o gasto seja alto, isso não significa que deva ser reduzido. Tenha sempre em mente que o dinheiro gasto em lucros é um investimento importante para a corporação. Se você não vir resultados, opte por uma política de recompensa de mérito ou por um regime mais flexível.

>> Neste livro digital, oferecemos excelentes dicas para sua empresa construir um Portfólio de Benefícios Competitivos. Clique aqui e faça o download agora!

Como ter um gerenciamento baseado em métricas?

Para começar a criar um gerenciamento baseado em métrica O primeiro e mais importante passo é o planejamento. É necessário criar um planificação estratégica Isso está de acordo com os objetivos da sua empresa e é viável.

As métricas devem ser desenvolvidas para serem graduais e podem ser analisadas isoladamente ou em conjunto, dependendo da Tipo de KPI e métrica em questão.

Você pode começar com esses quatro níveis de métricas de desempenho de recursos humanos para começar. Estes são os índices mais usados:

  • Métricas operacionais;
  • Métricas avançadas;
  • Análise avançada;
  • Análise Preditiva

Modelo de pirâmide: gerenciamento baseado em métricas.

Esses quatro grupos de métricas Quem está trabalhando no setor de RH é organizado em um modelo de pirâmide. As principais são as métricas operacionais, que formam a base da pirâmide e constituem mais de 60% do volume de indicadores de RH.

A estrutura da pirâmide é simples e, à medida que você a atravessa, as métricas se tornam mais complexas. Como já sabemos, a base é formada por métricas operacionais, depois há as métricas avançadas, após estas, a análise avançada e, finalmente, a análise preditiva.

Métricas de recursos humanos: Conheça todos os KPIs de recursos humanos da sua empresa!

Lembre-se de que não é possível pular do primeiro nível diretamente para o último nível. Não há atalhos Métricas de RH devem evoluir gradualmente. No entanto, você pode criar estratégias para otimizar processos e economizar tempo.

Para isso, é necessário estar preparado para mudanças estruturas Uma vez que uma coisa é certa: quando se trata de lidar com KPIs, Sempre haverá alguma mudança para otimizar a empresa.. Portanto, na gestão de métricas, é importante saber lidar com os funcionários nessas situações.

Depois de criar esse planejamento com base em métricas e indicadores de recursos humanos, é hora de implementar um gerenciamento eficaz de métricas. Para isso, é interessante usar ferramentas de análise modernas para simplificar e simplificar processos. Mas saiba que essas ferramentas só funcionarão em conjunto com a estratégia correta.

Como usar métricas de recursos humanos?

Depois de conhecer as métricas e saber a importância delas para o desenvolvimento de sua empresa, a questão é: como usar esse conhecimento no dia a dia do seu departamento de Recursos Humanos?

A tarefa de aplicar os KPIs para melhorar o desempenho dos recursos humanos. não é fácil. No entanto, com orientação adequada e mentalidade certa, é possível fazer bom uso das métricas e métricas da empresa.

Mas lembre-se: Acalme-se! A transformação gerada pelas métricas de recursos humanos deve ser gradual, respeitando o ritmo da transformação. Dessa forma, você pode reduzir possíveis problemas e evitar a resistência dos funcionários da empresa.

O uso dessas métricas no dia-a-dia dos colaboradores não deve acontecer, no entanto, de alguma forma. chato e burocrático. Pelo contrário, quanto mais indicadores forem inseridos em contextos dinâmicos e inovadores, melhor será refletido no ambiente de trabalho.

As métricas de RH podem ser aplicadas em processos interativos, mesmo na gamificação, no Treinamento e qualificação de funcionários. Através de plataformas digitais. Mas não se esqueça que o seu objetivo é alcançar os resultados do planejamento da empresa!

Agora que você conhece as principais métricas de RH e conhece seu nível de importância dentro da estratégia de negócios, não pode deixar que esses indicadores de HRM desapareçam, certo?

É importante observar sempre cada um deles e garantir que eles sejam atendidos com qualidade e eficiência para criar um RH verdadeiramente estratégico e eficaz. Você quer conhecer outras práticas de um RH estratégico? Dê uma olhada no nosso Publique no tópico!